Fábio Pauli

Agora, o importante é somar

In Futebol on 9 de junho de 2012 at 12:28 pm

Foto: Wolmer Ezequiel/Diário do Aço/ND

Em um jogo chato e amarrado, o Avai conseguiu mais uma vitória para sua caminha rumo à Série A do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez, o time azurra mostrou suas limitações e fraquezas diante de um time fraco e sério candidato à Série C. Na primeira etapa o Leão não se encontrava em campo, era um amuntuado de jogadores que tinham dificuldade para marcar e sair jogando. Acredito que a grande falha do Hemerson foi promover a estréia de dois novos jogadores e um novo esquema de jogo. Muita alteração para uma partida só, com pouco tempo de treinamento. Não estou dizendo que estes jogadores não serão titulares, mas que eles poderiam entrar aos poucos no time azurra. O mais importante foi a vitória, mas o Avai precisa começar a evoluir seu futebol, pois não vai ganhar todos os jogos que não faz uma boa atuação. Acho muito bom o Julinho fazer um gol na sua estréia, porque vai ter que jogar muito futebol para apagar sua saída conturbada do Leão, com declarações que não pretendia mais voltar a jogar no Avai. Cuidado para não vomitar no prato que come, amigo. Você saiu da Ressacada e não jogou futebol em lugar nenhum e teve que mendigar uma vaga no Leão. Ou mostra em campo ou a torcida vai te crucificar. Importante ressaltar a partida feita pelo jogador Mika, seguro, ótima qualidade no passe e saída de bola, um jogador que se encaixou perfeitamente no Leão e que vem fazendo bons jogos faz algum tempo. Para próxima partida, Hemerson Maria saberá como armar esta equipe para enfrentar o Améria Mineiro. O Avai precisa desta vitória para ir se consolidando como candidato ao acesso.

Dormindo no ponto

In Contratações, Futebol on 4 de junho de 2012 at 3:20 pm

Foto: Charles Guerra/Agencia RBS

Hemerson Maria está vacilando. Neste dois últimos jogos, o exelente treinador avaiano está mudando o jeito de jogar do Leão. Não conseguiu achar um substituto do meia Robinho, na qual a torcida pegava muito no pé. Não era um craque, mas está fazendo muita falta ao esquema de jogo do Avai. Relembro mias uma vez, o Leão precisa de um jogador de velocidade ao lado de Kléber Santana, para poder dividir responsabilidades com o maestro e desafogar a saída de bola do azurra. O treinador avaiano já tentou dois jogadores para a posição, Diogo Orlando e Diego Palhinha. Nenhum destes dois jogadores irão se encaixar ao lado do Kléber. Nesta última partida diante do JEC, o Leão voltou aos velhos tempos de Mauro Ovelha, um time burocrático, previsível e dependendo muito do Kléber Santana. Que falta faz o bruno, heim? A marcação do Leão não está sendo a mesma das finais do Catarinense, falta pegada, vontade e inteligência. Precisamos de reforços urgentes, principalemte para o meio e ataque. O Leão precisa de um atacante para substituir o Felipe Alves, pois este precisa de um banco urgente. Se não reforçar, vai ficar pelo caminho e a Série A vai ficar no sonho. Zunino, ou você esqueçe a parceria e se preocupa com o time, ou correremos risco de sermos rebaixados. O time não é ruim, já demonstrou que tem capacidade, mas a Série B é longa e não temos boas peças de reposição. Fica o alerta.

Caos em Floripa

In Polemicas on 1 de junho de 2012 at 11:58 am

Foto:Edu cavalcanti / Agencia RBS

Neste último final de semana, aconteceu em Florianópolis o Ironman Brazil. Um evento maravilhoso que trás muitos benefícios para Florianópolis, visibilidade, emprego. Mas precisa passar por um reformulação, ou então, nos próximos anos vai correr o risco de se tornar um evento mau visto pelos moradores da Capital. Nossa cidade se tornou um caos no domingo, estradas interrompidas, desvios e uma falta de respeito enorme com os moradores. Quem teve a idéia de sair para passear em um domingo de sol, deve ter se arrependido. Eram filas e mais filas e enquanto isso três pistas para corredores usufruir de nossas belezas naturais. Quero deixa bem claro que não sou contra a realização do Ironman em Florianópolis, mas sim da maneira que está sendo feito, beneficiando o evento e maltratando a população. Tive a oportunidade de transitar de moto no final da tarde de domingo, um pouco antes das vias serem liberadas, ou melhor, estava passando no exato momento em que os policiais estavam tirando os cones. Lamentável, era plástico, bicos de garrafas, papel… tudo isso ficou jogado onde estava, sem limpeza. Engraçado, somos entupidos de propagandas falando do cuidado que precisamos ter com o meio ambiente, e me deparei com está lamentável situação. Espero que Florianópolis não seja apenas refém de eventos, mas sim que faça algumas exigências para que este seja realizado por aqui. Fica aqui a reflexão para todos nós.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: